Close

Webinário do MIDAS: O impacto da reabertura das escolas na transmissão da COVID-19: estudos de modelagem em Indiana, na Área da baía de São Francisco e em King County, WA.

25 de setembro de 2020
on-line

DETALHES DO ÚLTIMO EVENTO:

DATAS:
25 de setembro de 2020
LOCAL:
on-line
COMPARTILHAR:
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

DESCRIÇÃO

A Série de Webinários do MIDAS apresenta as pesquisas dos membros do MIDAS e é aberta ao público. 

Data/hora: sexta-feira, 25 de setembro, 12h00-13h00 EDT

Tópico: O impacto da reabertura das escolas na transmissão da COVID-19: estudos de modelagem em Indiana, na Área da baía de São Francisco e em King County, WA.

Palestrantes:

  • Alex Perkins e Guido Espana, Universidade de Notre Dame
  • Justin Remais, Jennifer Head, Kristin Andrejko, Universidade da California, Berkeley
  • Daniel Klein, Instituto de Modelagem de Doenças, Seattle

 

Resumo:
Escolas foram fechadas em todos os EUA a fim de reduzir os riscos de contágio da COVID-19. Modelar o impacto da reabertura das escolas em diferentes condições pode ajudar a avaliar os riscos e benefícios associados. Este Webinário do MIDAS apresenta a pesquisa de três grupos e estudos de simulação conduzidos para populações em Indiana, na Área da baía de São Francisco e em King County, Washington.

Alex Perkins e Guido Espana apresentam um modelo baseado em agentes para determinar o impacto da reabertura das escolas com diferentes níveis de capacidade operacional e da adesão ao uso de máscaras no risco de contágio da COVID-19. O modelo simula atividades diárias de uma população sintética de Indiana, onde a transmissão pode ocorrer em locais como escolas, ambientes de trabalho, comunidades e lares. Eles modelam o impacto de vários cenários, variando os níveis de capacidade operacional das escolas e a adesão ao uso de máscaras, e comparam esses cenários com a reabertura em capacidade total sem o uso de máscaras, bem como com escolas operando de forma remota.  

Justin Remais, Jennifer Head e Kristin Andrejko usaram um modelo estocástico baseado em indivíduos para simular a dinâmica de transmissão da COVID-19, incorporando dados de contato social de crianças em idade escolar durante restrições em que apenas os serviços essenciais estavam autorizados a funcionar na área da baía de São Francisco (Califórnia). Eles avaliaram diferentes estratégias de reabertura de escolas de ensino fundamental no terceiro trimestre de 2020 e sugeriram que seria necessário adotar várias estratégias de intervenção nas escolas e reduzir a transmissão comunitária, muito além do que estava sendo feito até então, para evitar o risco excessivo desnecessário associado à reabertura das escolas.

Daniel Klein e seus colegas do Instituto de Modelagem de Doenças (IDM) usou o Covasim, um modelo de transmissão e intervenções baseado em agentes desenvolvido pelo IDM, para estimar o impacto da reabertura das escolas na transmissão da doença e até que ponto o rastreamento, a testagem e o monitoramento de alunos e professores, bem como cronogramas alternativos presenciais e remotos podem mitigar a propagação da epidemia dentro e fora das escolas.  

TESTEMUNHOS

Nenhum testemunho disponível.

DOCUMENTOS DO ENCONTRO

VÍDEOS E FOTOS

Nenhuma foto disponível.